Breadcrumb

Data 24-11-2021
MOBI.E lança concurso para assessoria de comunicação e relações públicas

Numa altura em que a mobilidade elétrica se afirma como uma solução do presente, a MOBI.E, S.A. considera fundamental continuar a apostar na comunicação como meio de excelência para informar, esclarecer e ajudar o cada vez maior número de interessados em adotar esta tecnologia de futuro, a tomarem a decisão mais adequada ao seu perfil de mobilidade.

Para tal, lançou um concurso público para contratação dos serviços de consultoria, relações públicas e assessoria mediática para os próximos três anos, a iniciar em janeiro de 2022. A definição de um plano anual de comunicação, a identificação de oportunidades de comunicação, a elaboração de conteúdos, a divulgação de iniciativas e projetos e a gestão da relação com os meios de comunicação social nacionais e internacionais são alguns dos serviços que deverão estar incluídos nas propostas e cujo valor total não pode ultrapassar os 120 mil euros. Este concurso prevê também a definição e acompanhamento de quatro ações de comunicação por ano. 

Os objetivos deste concurso visam, essencialmente, prosseguir com a disseminação do conhecimento sobre a mobilidade elétrica e  funcionamento da rede Mobi.E, designadamente as tecnologias e serviços associados e a divulgação das mensagens ligadas à inovação, ambiente, consciência social e redução de emissões de CO2; continuar com a sensibilização relativamente à importância da mobilidade elétrica, enquanto alternativa de mobilidade sustentável e; reforçar a contribuição para a projeção da imagem internacional de Portugal como país pioneiro na mobilidade elétrica.
As propostas devem ser apresentadas na plataforma eletrónica de compras públicas acinGov (www.acingov.pt) até 13 de dezembro.

A MOBI.E é a empresa pública que assegura a gestão dos fluxos energéticos e financeiros resultantes das operações da rede de mobilidade elétrica. A rede Mobi.E é composta atualmente por mais de 2.100 postos de carregamento, maioritariamente situados em espaços de acesso público. Trata-se de uma rede centrada em permitir a melhor experiência para o utilizador, cujo modelo se baseia na interoperabilidade e no caráter universal de utilização.