Migalhas de pão

Data 21-12-2021
MOBI.E inaugura primeiro hub de carregamento para veículos elétricos

A MOBI.E, S.A. inaugura amanhã, em Leiria, o primeiro hub de carregamento para veículos elétricos, reforçando a infraestrutura nacional de acesso público. A cerimónia, marcada para as 14 horas, na Rua de Santo André (coordenadas: 39°44'27.88"N | 8°47'47.19"W), contará com a presença do Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, do Presidente da MOBI.E, Luís Barroso, e do Presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, entre outras entidades oficiais.

O Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, realça que “a mobilidade elétrica é fundamental para a redução de emissões de gases com efeito de estufa, em grande parte responsáveis pelas alterações climáticas que já sentimos. O Governo vai continuar a apoiar as medidas que permitam acelerar a adoção de veículos elétricos em detrimento de veículos poluentes, assim como outras medidas relacionadas com o transporte público e a mobilidade ativa. Continuaremos a trabalhar para assegurar um crescimento da rede pública de carregamento no território nacional, que dê resposta ao crescente número de veículos elétricos em circulação no nosso país nos próximos anos. Só dando resposta às necessidades dos utilizadores continuaremos na vanguarda da descarbonização da mobilidade.”

Este hub de carregamento de veículos elétricos, em Leiria, é o primeiro de um total de nove hubs, que resulta de um investimento de cerca de 2 milhões de euros, integrado no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), lançado pelo Governo e com financiamento do Fundo Ambiental. Além de Leiria, serão também contempladas com um hub igual as cidades de Almada, Coimbra, Guimarães, Loulé, Loures, Matosinhos, Vila Nova de Gaia e Viseu.

Cada hub é constituído por um posto de carregamento ultrarrápido (150 kW), três postos de carregamento rápido (50 kW), cinco postos de carregamento normal (22 kW) e um posto de transformação, permitindo o carregamento simultâneo de 18 veículos. 

O presidente da MOBI.E, Luís Barroso, refere a importância deste projeto: “Trata-se de um piloto que vem dar um sinal ao mercado de como poderá evoluir a resposta da rede Mobi.E, em zonas de maior procura, como os grandes centros urbanos. O número crescente de utilizadores poderá encontrar mais facilmente, no mesmo local, um carregador disponível, mais ou menos rápido, de acordo com a sua necessidade do momento”.

A rede Mobi.E é composta atualmente por mais de 2.300 postos de carregamento e 4.800 tomadas, maioritariamente situados em espaços de acesso público. Trata-se de uma rede, cujo modelo se baseia na interoperabilidade e no caráter universal de utilização.